top of page

NOVAS IDÉIAS SOBRE OS VELHOS MODELOS

#IMPLODETHEBOX

  • Vimeo
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Facebook

Como viabilizar projetos dentro da verba: A Jornada da Inteligência de Produção

É mais um dia comum na produtora. O cliente tem um projeto audiovisual que planeja fazer e começa a listar todas as coisas que são importantes para que a visão dele se torne realidade. Quando ele recebe o orçamento, choque. A verba que ele tem é muito (muito) menor do que aquilo. A produtora provavelmente nunca mais será consultada para nenhum projeto daquele cliente. O tempo urge e ninguém tem tempo de negociar, principalmente quando o valor está tão fora da realidade. Mas o que é a realidade?


Sempre que conheço um novo cliente e começamos a conversar sobre o que ele pretende produzir eu comento que, na produção audiovisual, um mesmo projeto pode custar 10 mil ou 1 milhão. E não é modo de dizer.



Imagine um personagem triste entrando em uma loja de doces, ele pega um pacote de balas e, de repente, vemos que a vida dele se tornou mais interessante. Ele está trabalhando com mais energia, ele se exercita, ele cozinha, ele paquera alguém na praça com seu cachorrinho. Voltamos pra loja, o personagem resolve comprar a bala e vê aquela mesma paquera pagando no caixa com a mesma bala. Ambos sorriem.


Se ele for feito em uma linguagem mais documental, com um personagem real que não recebe cachê, uma loja de doces do bairro, todas as outras cenas na casa da pessoa e arredores e a personagem que ele encontra for seu par real, custa infinita menos do que se eu fizer a construção de um cenário super lúdico em estúdio, com efeitos visuais, atores e uma paleta de cores que se transforma através dos objetos.


É um exemplo radical, normalmente o cliente dirá se está pensando em um documentário ou um filme lúdico, além disso, mesmo dentro da linguagem documental podemos ir de um escopo mais simples a um mais robusto variando muito o custo, assim como na linguagem lúdica, mas o ponto aqui é que quando uma pessoa conta uma história, cada um assiste em sua cabeça a um filme diferente.


É nesse contexto que falamos de Inteligência de Produção Audiovisual. Essa Inteligência refere-se a adaptar o contexto geral da produção a uma verba pré-determinada e um briefing criativo específico. No exemplo da loja de doces, poderíamos sugerir ao invés de construir a loja em estúdio, ir para uma locação real e fazer a direção de arte de uma pequena parte para reduzir custos. Tirar o cachorrinho, reduzir as situações da vida dinâmica, enfim, pensar o que é que pode ser transformado para que a história e a mensagem principal continuem iguais, mas o custo de produção seja reduzido de forma significativa para encaixar na verba.


Essa forma de pensar começou a se construir para mim depois de vivenciar diferentes lados da produção audiovisual e suas necessidades compartilhadas.


Quando eu comecei como atendimento, meu objetivo era fechar o negócio, por que eu precisava da comissão para complementar meu salário fixo. O fato do cliente não ter o suficiente para pagar pelo projeto da forma como tínhamos imaginado, era péssimo. Eu não estava pensando no portfólio, nem no lucro, eu focava no relacionamento com aquele cliente e na minha comissão que era uma taxa fixa em cima do faturamento. Eu era jovem e pensava que quanto mais projetos, melhor.


Depois eu passei a produzir os projetos. A verba já estava fechada, eu precisa entregar o que foi prometido, isso às vezes era quase inviável, pois quem havia feito o orçamento não tinha idéia do que era preciso para realizar o projeto. No entanto, se é preciso entregar com aquele custo, há de se descobrir quais são as alternativas para as coisas mais caras de qualquer jeito.


Adiante, como compradora de audiovisual, eu tinha que ajudar o cliente a realizar com a verba dele. Conversar com diversos fornecedores e ver seus estilos de produção e quais as alternativas que cada um dava para a redução de custo, acrescentava ainda mais ao repertório.


Mais recentemente, como criativa de audiovisual, eu tinha que otimizar minha verba e criar projetos que movessem o negócio, então só reduzir custos não era o suficiente, era preciso saber o que valia ou não a pena cortar para manter o impacto do projeto.


Essa jornada ensinou que a verdadeira inteligência na produção audiovisual não está em gastar mais, mas sim em pensar de forma mais criativa e estratégica. Desde os dias em que eu era apenas um atendimento, movida pela busca incessante do fechamento de negócios, até os momentos em que me vi como criativa, buscando otimizar cada centavo de uma verba, aprendi que a chave para o sucesso está na comunicação aberta e na colaboração sincera.


Tive oportunidade de atender um cliente em que o processo se aplicou de forma perfeita.


Eles tinham uma embaixadora e tinham 3 atributos dos produtos que eles queriam destacar. Compartilharem a verba máxima para produzir alguns vídeos diferentes, com a justificativa de que, como a comunicação se dava essencialmente nas redes sociais, comunicar mais vezes com imagens diferentes era melhor do que comunicar muitas vezes a mesma imagem.


Conseguimos chegar em um formato simples, porém elegante, que priorizava o volume de roteiros dentro da diária de filmagem, trocas rápidas de figurino e iluminação fixa. Os roteiros foram criados em cima da proposta de produção que eu desenhei para a verba disponível e agenda da embaixadora. Conseguimos até algumas fotos posadas para mais posts, além dos vídeos dos atributos inicialmente previstos e um institucional para a marca.


Produção super otimizada, porém de alta qualidade e que atendia à estratégia naquele momento. Isso só foi possível por que nós sabíamos a verba e o que era mais importante na estratégia.


Às vezes, é difícil convencer os clientes a abrirem tanto, eles acham que vamos cobrar mais se soubermos quanto eles tem para gastar, ou se sentem constrangidos por terem muito menos do que nossa proposta inicial pedia, ou não acham que saber o objetivo do vídeo realmente impacta na produção, que supõem ser algo bem mais prático. A verdade é que o audiovisual é, por natureza, um processo colaborativo e se os colaboradores não tem as informações essenciais, eles não podem sugerir a melhor forma de realizar, mesmo que, no início, a colaboração se dê somente entre um atendimento e um cliente.


Se você acha que a produtora com quem está orçando tem a experiência necessária e está disposta a pensar formatos em parceria, confie algumas informações a ela. De repente, dá para fazer ainda mais coisas ou com qualidade ainda melhor com a verba que a princípio parecia insuficiente.


Imagine um mundo onde o valor de uma história não é medido pelo preço que se paga para contá-la, mas sim pela intensidade com que ela ressoa em cada espectador. É nesse universo de possibilidades que a produção audiovisual se torna uma verdadeira arte da adaptação, onde cada orçamento, por menor que seja, pode dar vida a uma narrativa única e impactante.


Vamos?



104 visualizações4 comentários

4件のコメント


Iliana Grinstein
Iliana Grinstein
3月01日

Assino embaixo. Quanto mais informação e clareza, melhor o planejamento e a entrega. Admiro a tua trajetória Mari querida. Ahazouuuuu

いいね!

Mauricio Madureira
Mauricio Madureira
2月29日

Muito bom!

Que clareza na forma de enxergar produção e criação!

😀

いいね!

DENILSON VILELA
DENILSON VILELA
2月29日

Lindíssimo texto... me enquadro em cada frase... Parabéns...

いいね!

Felipe de Araujo Miranda
Felipe de Araujo Miranda
2月29日

Gataria❤️

いいね!

SOBRE

_edited.png

A Gataria é uma produtora e consultoria em audiovisual comercial que existe desde 2013. Atuamos dentro de agências de publicidade, empresas de mídia e conteúdo e em parcerias com produtoras e profissionais criativos do audiovisual para pensar soluções para projetos multidisciplinares em que o vídeo é o protagonista
Criamos esse blog para compartilhar conhecimento e ferramentas com profissionais das diversas áreas desse seguimento. 

SIGA-NOS

  • Vimeo
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Facebook

O blog #IMPLODETHEBOX  é uma plataforma digital criada e mantida pela produtora Gataria Filmes com o propósito de oferecer conteúdo inspirador e informativo relacionado à produção audiovisual, criatividade e inovação. O conteúdo fornecido neste blog destina-se apenas a fins informativos e educacionais. Embora façamos o máximo esforço para garantir a precisão e atualidade das informações apresentadas, não podemos garantir a exatidão ou integridade de todo o conteúdo, uma vez que as indústrias criativas e audiovisuais estão em constante evolução. Os leitores são encorajados a usar seu próprio julgamento e discernimento ao aplicar qualquer informação ou conselho encontrado neste blog em suas próprias práticas criativas ou profissionais. A Gataria Filmes não se responsabiliza por quaisquer perdas, danos ou consequências decorrentes do uso das informações fornecidas neste blog. Além disso, observe que os links para sites de terceiros fornecidos neste blog são fornecidos apenas como uma conveniência para os leitores. A inclusão de tais links não implica necessariamente um endosso ou aprovação do conteúdo desses sites por parte da Gataria Filmes. Ao acessar e usar o blog #IMPLODETHEBOX , os usuários concordam em respeitar estes termos e condições. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação sobre este disclaimer ou qualquer conteúdo apresentado neste blog, entre em contato conosco através dos canais de comunicação fornecidos em nosso site oficial. Obrigado por visitar o blog. Esperamos que você encontre inspiração, conhecimento e criatividade em nossos conteúdos.

O blog #IMPLODETHEBOX  é uma plataforma digital criada e mantida pela produtora Gataria Filmes com o propósito de oferecer conteúdo inspirador e informativo relacionado à produção audiovisual, criatividade e inovação. O conteúdo fornecido neste blog destina-se apenas a fins informativos e educacionais. Embora façamos o máximo esforço para garantir a precisão e atualidade das informações apresentadas, não podemos garantir a exatidão ou integridade de todo o conteúdo, uma vez que as indústrias criativas e audiovisuais estão em constante evolução. Os leitores são encorajados a usar seu próprio julgamento e discernimento ao aplicar qualquer informação ou conselho encontrado neste blog em suas próprias práticas criativas ou profissionais. A Gataria Filmes não se responsabiliza por quaisquer perdas, danos ou consequências decorrentes do uso das informações fornecidas neste blog. Além disso, observe que os links para sites de terceiros fornecidos neste blog são fornecidos apenas como uma conveniência para os leitores. A inclusão de tais links não implica necessariamente um endosso ou aprovação do conteúdo desses sites por parte da Gataria Filmes. Ao acessar e usar o blog #IMPLODETHEBOX , os usuários concordam em respeitar estes termos e condições. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação sobre este disclaimer ou qualquer conteúdo apresentado neste blog, entre em contato conosco através dos canais de comunicação fornecidos em nosso site oficial. Obrigado por visitar o blog. Esperamos que você encontre inspiração, conhecimento e criatividade em nossos conteúdos.

barra final.png
bottom of page